terça-feira, 10 de novembro de 2020

Como prevenir as lesões na musculação e no esporte?

Muitas pessoas só recorrem a musculação para fortalecer e tornear os músculos, mas essa prática ajuda em diversos outros aspectos. O que poucos sabem é que essa prática ajuda na prevenção de lesões e no tratamento das mesmas. Mesmo com a rivalidade estipulada de fisioterapia e musculação, é cada vez mais comum vermos fisioterapeutas atuando em academias e espaços de musculação.
Existem vários tipos de lesões que possuem uma variedade de causas. As lesões podem ter incidência nos tendões, articulações, ossos, ligamentos e nos músculos. São comumente causadas por acidentes cotidianos e pela prática esportiva, por meio de uma atrofia, encurtamento, exagero de peso, prática excessiva e desequilíbrio muscular, que pode encadear em quedas, na perda de dentes e assim, na adesão do implante dentário.
Como dito, as lesões possuem diversos tipos, esse fato faz com que seja difícil estipular uma ação preventiva exata. Contudo, o fortalecimento do corpo e o ganho de maior resistência ajuda a evitar essas ocorrências, uma vez que o corpo consegue suportar baques e quedas de maior intensidade e ganha um maior equilíbrio e preparativo.
Prevenção de lesão na musculação
Pessoas que possuem os músculos dorsais e abdominais sem força, são as mais suscetíveis para sofrerem uma lesão na região das costas ou uma irregularidade na coluna, complicações que podem se agravar e desencadearem problemas como hérnia de disco e artrose.
Na idade avançada, lesões causadas pela osteoporose, redução de equilíbrio, e atrofia muscular são casos ainda mais comuns, assim, a musculação atuaria na ajuda, além do fortalecimento dos músculos, no ganho de maior flexibilidade e de massa óssea. É através de exercícios que promovem a força e resistência que conseguimos adquirir tais efeitos.
É por meio da musculação que se consegue desenvolver a noção de certas movimentações cotidianas, que quando executadas podem encadear em lesões, como o ato de agachar e carregar peso. É somente se preparando, concertando a postura e evitando certas posições que prevenimos com eficiência tais lesões. A prevenção de lesões na musculação é semelhante à do esporte, veja:
Prevenção de lesão no esporte
Em certos esportes e algumas atuações profissionais, alguns músculos são especificamente mais utilizados do que os demais, fazendo, com a prática demasiada, que haja a sua exaustão e o desequilíbrio muscular, que pode levar as lesões.
Qualquer seja a atividade física que necessite de um impacto; tênis, basquete ou futebol, a única prevenção possível para evitar danos causados pelo impacto é um músculo bem desenvolvido e fortalecido no momento.
Caso esteja no início da prática procure por um acompanhamento de um personal trainer, ao mesmo tempo que a prática de esporte e da musculação podem prevenir lesões elas também podem as motivar caso não haja a sua execução correta. Lembre-se que para uma boa prática outros fatores são importantes, como uma boa alimentação e hidratação, que também são necessários para a boa condição corporal e essenciais para sua manutenção e para a prevenção de problemas internos e externos.

Título: Como prevenir as lesões na musculação e no esporte?
Descrição: Os baques e eventuais lesões são frequentes em nossa vivência. Saiba como a prática de esporte ou musculação podem evitá-las e como atuam

 

 

The post Como prevenir as lesões na musculação e no esporte? appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Confira 5 benefícios alcançados com o tratamento da acupuntura

A acupuntua é um tratamento milenar tradicional. Ela faz parte da medicina oriental, e sua atuação de dá de diferentes formas por todo o corpo.

O seu funcionamento ocorre através da estimulação de pontos anatômicos, os chamados “meridianos energéticos”. Estes pontos são importantes para o funcionamento do chi (sua pronuncia é “ki”), que seria uma espécie de força vital que circula por nós. O tratamento, quando devidamente aplicado, Oferece o alívio de dores e de muitas doenças, pois o enquilíbrio é então restaurado, e agora se encontra em sintonia com a natureza.

São muitas as formas que os pontos podem ser estímulados. Uma delas, e também a mais conhecida, seria atravez da inserção de agulhas na superfície da pele e por todo o corpo, na localidade dos meridianos.

Independente do tratamento ou da técnica escolhida, é certo que a acupuntura tem a capacidade de fornecer alívio a dores e muitas outras doenças. Muitos estudos apontam para este direcionamento, e é por isso que a Organuização mundial da Saúde reconheceu a acupuntura como um tratamento auxiliar aos tratamentos já conhecidos da tradição ocidental.

Introduzido ao tema, confira então os benefícios e aívios de sintomas que a acupuntura pode oferecer:

 

  • Emagrecimento e regulação do metabolismo:

Segundo a medicina chinesa, seria o desequilíbrio dos órgãos e de glândilas responsáveis pela fome que fazem o paciente chegar à obedidade. Os níveis hormonais e da taxa de açúcar seriam os indicadores.

Uma possível perturbação neste sistema faz o paciente sentir uma fome maior que o normal, mas o nosso sistema não está preparado para lidar com este excesso.

Mas a acupuntura veio para contornar este problema. O trataento da acupuntura veio para reguar e ajudar a reestabelecer o equilíbrio do corpo atravez da etimulação nos pontos indicados no baço e fígado. O pâncreas também pode ser estimulado, o que ocasiona a liberação da glicose e tireoide, controlando assim uma cadeia de hormônios importante.

A acupuntura também é eficaz no tratamento de rins e do órgão excretor, o que ajuda a eiminar devidamente todas as toxinas e líquidos acumuados polo nosso corpo.

  • Combate a ansiedade, estresse e depressão

O equilíbrio do corpo também pode ser conquistado com a regulagem dos hormôios do corpo. O efeito positivo dos hormônois e a sensação de bem-estar são frutos do sucesso do tratamento.

  1. Ferla, especialista na técnica em Curitiba, comenta que a técnica da acupuntura e o seu funcionamento ainda não estão completamente desvendados pela ciência, mas existem muitos estudos que apointam a acupuntura como uma técnica capaz de produzir um relaxamento profundo. Os estímulos que são causados geram uma sensação boa e tranquilizante a cada um que experimentar os seus efeitos.
  • Desconfortos e dificuldade para dormir

A insônia é um probema muito grave que afeta a toda a nossa sociedade hoje. Com as rotinas estressantes que parecem durar o tia todo, na verdade acabam por se estender até ongos períodos durante a noite.

Como o tratamento da acupuntura auxuilia o paciente a restaurar o seu equilíbrio corporal e mental, a sua sintonia com a natureza e o seu ciclo de sono normal teoricamente também deve ser restabelecido.

Pacientes com dores exaustivas e dores crônicas também serão atendidos.

  • Dores lombares e no joeho

Ao longo de toda uma vida, estima-se que 85% de toda a popuação mundial irá passar, em agum momento, por dores na coluna. O principal ponto dentre elas, seria na região lombar.

Sendo a dor nas costas as consequências muitas vezes de uma vida dotada de maus hábitos, estas dores também podem estar reacionadas a sistema múscoloesqueético. A dor musculoesquelética pode ser causada por doenças nos ossos, articulações, tendões, músculos,ligamentos ou uma combinação destes quadros clínicos.Seriam as lesões a causa mais comum de toda a dor. A dor óssea é geralmente profunda, penetrante ou surda.

  • Problemas associados ao sistema digestivo

O alívio de problemas estomacais, tais quais como vômitos e náuseas, azia e má digestão podem ser tratados por meio da acupuntura. Muitos pacientes que são encaminhados ou buscam a acupuntura já acompanham de algum quadro clínico variável. Pacientes gestantes que sofrem com dores e probemas relacionados, mas que podem ser tratados. Um outro exemplo seriam os pacientes com câncer e que são tratados com a quimioterapia. Normamente, o tratamento gera muitos efeitos colaterais, mas que podem ser em algum nível aiviados com o tratamento auxiliar da acupuntura.

The post Confira 5 benefícios alcançados com o tratamento da acupuntura appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Dor no Tornozelo: Causas e Tratamentos

Introdução

Você já teve dor no tornozelo? Se sim sabe como é limitante e como é difícil levar uma vida normal com isso, já que o tornozelo é a articulação que recebe todo o peso e também se adapta a cada passo que damos. Se não, ótimo continue assim e siga o artigo para entender como preservar essa articulação tão importante.

Conhecendo o Tornozelo

A articulação do tornozelo está localizado na extremidade inferior dos membros inferiores, logo acima dos pés. Ele é delimitado pelo osso Tálus do pé e pela pinça maleolar, extremidades inferiores dos ossos, Tíbia e Fíbula (antigo perôneo), que atuam, como foi dito, como uma espécie de pinça, delimitando as laterais dessa articulação e “segurando” o Tálus limitando o movimento no sentido latero lateral.

Por ser uma articulação de grande estresse mecânico o tornozelo tem em sua formação uma forte rede de ligamentos e músculos que atuam na sua estabilidade, pois como dissemos, os ossos da pinça maleolar atuam apenas na limitação de movimentos latero laterais, sendo os movimentos em outros sentidos sendo limitados por músculos, tendões e ligamentos.

Sendo assim, essa articulação tem por função a adaptação e direcionamento de toda a força descendente, que seria a força do peso de todo o corpo, com a força ascendente, que seria a força oriunda do peso sobre o chão, que gera justamente a pressão sobre a articulação, que por muitas vezes não tem uma linha de força retilínea, por conta do piso e do calçado a ser usado.

Portanto, o tornozelo é uma articulação extremamente adaptável as condições do terreno, e para tanto ele possui uma rica inervação, responsável pela propriocepção corporal, sensação de posicionamento e correções de padrões potencialmente lesivos.

Quais são as principais causas de dor do tornozelo?

Problemas de pisada

De modo geral a pisada tem 3 posições clássicas de posicionamento, sendo elas:

imagem sedida pelo site: https://ift.tt/35C6RYe

 

Normal ou Neutra: Nessa pisada a parte posterior do pé (retropé), a parte do meio (mediopé) e a parte anterior do pé tem uma atuação equilibrada, sendo o retropé responsável pela recepção do pé ao chão, isto é, pelo peso do corpo tocando o solo. O mediopé tem a função de distribuir a força gerada pela recepção do pé através dos ossos do tarso, e o antepé tem a função de impulsionamento, gerado pela ação dos músculos posteriores da perna, como o gastrocnêmio, sóleo e flexores do tornozelo e dedos dos pés.

Supinado: Nesse caso o pé tem a característica de deslocar o centro de gravidade mais para a parte lateral do pé, sendo assim o médiopé quase não toca o solo, cabendo assim ao antepé e ao retropé fazer toda a função da marcha. Nesse caso a pessoa tende a ter o arco longitudinal do pé retraído pela ação dos músculos e acomodação das fáscias plantares, assim como o encurtamento do musculo tibial posterior, erguendo e sustentando o arco plantar mantendo a pisada supinada. Nesse caso o tratamento seria justamente nesses músculos que fixam essa característica.

Pronado: Na pisada pronada ocorre o desabamento do arco longitudinal, ou seja, do mediopé. Sendo assim, a pisada vai ter um deslocamento de força voltado para a parte medial do pé, fazendo com que essa região sofra mais com o peso excessivo aplicado sobre ele. Os músculos plantares e os músculos tibiais posterior que no caso do pé supinado estavam encurtados, nesse caso estarão fracos, sendo assim o tratamento será em atuar no fortalecimento e consequentemente aumento do tônus desses músculos.

Tanto na pisada supinada quanto na pisada pronada há uma adaptação fisiológica do tornozelo, acompanhando esse padrão e gerando aumento de pressão, ou seja, aumento do estresse mecânico em partes específicas do tornozelo, onde haverá maior probabilidade de gerar dores. Sendo assim:

Pisada Supinada: A pressão no tornozelo acaba por incidir mais na parte medial do tornozelo, podendo gerar dores ou desgaste precoce dessa região em comparação a marte lateral. Por consequência o joelho tenderá a ir para uma posição de Varo, onde também há maior desgaste da face articular mais medial dessa articulação.

Pisada Pronada: A pressão no tornozelo se dará na parte mais lateral, aumentando a incidência de dores ou também o possível desgaste precoce dessa região. Assim como a tendência do joelho a ir para uma posição de Valgo, em que a pressão também incide sobre a face mais lateral dessa articulação, podendo das dores ou mesmo os desgastes precoces da região.

Entorses

Casos de entorses são os mais comuns a atingir a articulação do tornozelo, justamente pelo que foi explicado acima, como a adaptação da articulação do tornozelo aos diferentes terrenos e sua alta carga de trabalho gerado pelo peso do corpo, esse tipo de problema acaba por ter uma alta taxa de recidiva, ou seja, de repetição da lesão. Uma vez que os ligamentos que se lesionam uma vez não voltam a ter seu tamanho original, ficando como uma gola de camiseta esgarçada, o que permite que o movimento lesivo ocorra com enorme facilidade. Sendo comum haver relatos da pessoa após um entorse forte ter outros mesmo que estejam parados sem qualquer tipo de esforço sobre.

Dependendo da pisada como visto acima, a tendência de um entorse se intensifica. Seguindo o mesmo raciocínio desenhado acima a pessoa que possui uma pisada supinada terá uma facilidade maior a ter um entorse em inversão, em que o pé gira levando o dorso do pé para a parte lateral e a sola para a parte.

Leia também : FASCITE PLANTAR, O QUE É E COMO IDENTIFICAR?

Os entorses são classificados de acordo com seu grau de comprometimento dos ligamentos que sustentam a articulação, sendo:

Entorse de Grau 1: Ocorre micro lesões nos tecidos ligamentares gerando, portanto inflamação porem sem prejudicar a capacidade estabilizadora da articulação.

Entorse de Grau 2: acontece a ruptura parcial do ligamento. Nesse caso além do processo inflamatório ocorre prejuízo a estabilidade do tornozelo, que como visto acima, quando lesionado perde de forma definitiva sua capacidade estabilizadora, dependendo agora da musculatura adjacente cumprir essa função.

Entorse Grau 3: no grau 3 ocorre a ruptura total dos ligamentos, sendo na maioria dos casos indicados procedimentos cirúrgicos. Porem em alguns casos não havendo essa possibilidade faz-se o procedimento citado no (entorse) de grau 2, que é a reabilitação da estabilidade da articulação através da ativação muscular adjacente.

Problemas e Inflamações

Algumas condições podem afetar a articulação do tornozelo, sendo mais comuns nos casos descritos acima como pisadas supinadas e pronadas, porem essas patologias podem aparecer por diversos fatores como condições metabólicas (dietas e hábitos de vida), estresses mecânicos ou movimentos repetitivos, síndromes reumatológicas, que consiste em patologias desencadeadas pelo mau funcionamento do sistema imunológico do corpo, o sistema de defesa.

Entre as condições mais comuns estão:

Tendinopatias: A tendinite é a patologia que afeta os tendões, gerando as características de dor, calor, rubor e tumor (edema). A tendinite pode afetar qualquer tendão porem por questão de uso acomete mais os tendões calcâneos, tibial anterior e posterior e os fibulares longos. A evolução da tendinite mal cuidada ou a repetição constante dessa inflamação pode gerar uma condição chamada tendinose, onde o tendão perde sua capacidade estrutural ficando frágil e susceptível a rompimentos.

Gota: Condição gerada pelo aumento do acido úrico no sangue, causado principalmente pela dieta rica em ácidos graxos (gordura), assim como o uso excessivo de álcool e outros componentes metabólicos. A gota gera além da inflamação uma descamação da pele no local afetado.

Artrite: Comumente falando a artrite é a nomenclatura usada para designar qualquer tipo de inflamação articular, porém na prática clinica associa-se a artrite a uma condição reumática, isto é, um defeito do sistema imunológico onde o corpo ataca tecidos sadios das articulações provocando dores e inflamação. Essa condição pode pré dispor um desgaste precoce da articulação do tornozelo, devido à mudança gerada pela inflamação no Ph do líquido sinovial. Esse desgaste se acentua ainda mais por se tratar de uma articulação com alto grau de suporte de peso.

Artrose: A artrose é o nome dado ao processo degenerativo da articulação, mais comumente chamado de desgaste. Esse processo pode ocorrer por diversos motivos, sendo os principais o mau alinhamento articular, causado, por exemplo pelas pisadas em que o peso se dá de forma assimétrica na face articular. Pode também como dito no item, artrite, ser causada pela mudança do Ph do líquido sinovial fazendo com que este perca sua capacidade de lubrificação forçando a articulação a friccionar de forma mais áspera e agressiva chegando a perder a cartilagem e passando a articular osso com osso.

Bursite: A inflamação de um ou ambas bursas pode causar dor nas regiões do calcanhar e do tornozelo posterior principalmente próximo ao maléolo medial. A síndrome de Haglund é uma condição intimamente associada a bursite do tendão calcâneo e é geralmente associada com uma deformidade óssea.

Como aliviar a sensação dolorosa?

Quando a inflamação está em sua fase mais aguda, isto é, em sua fase mais recente, cerca de até 10 dias do início dos sintomas ainda se faz o uso isolado da compressa de gelo no local. O gelo é um poderoso anti-inflamatório e ajuda a eliminar o edema acelerando o processo de cicatrização dos tecidos. É importante lembrar porem que a fase aguda pode vir numa condição chamada de subaguda, que é o retorno de um quadro agudo sobrepondo uma lesão cronificada. O quadro agudo se caracteriza pela inflamação clássica já descrita acima.

Quando a lesão está em sua fase crônica, sendo assim sem as características inflamatórias agudas, ela apresenta um aspecto mais enrijecido e com o edema na sua forma gelatinosa, fazendo o clássico sinal de cacifo. Nesse caso o ideal é fazer o choque térmico na articulação, revezando de forma sistemática, por no mínimo 3 vezes de 5 a 10 minutos a compressa de gelo e a de calor, fazendo assim uma verdadeira bomba de vasodilatação e vasoconstrição, aumentando a vascularização local com o calor e em seguida drenando o resíduo inflamatório durante a fase gelada.

Sempre que se usa gelo ou calor é preciso ter em mente que o gelo é muito dolorido, aumentando a sensação de dor já presente, porem deve ser mantido e feito com um pano que protege a pele contra danos. A fase do gelo deve ser feita com gelo real e não compressas prontas, pelo fato dê o gelo real colocado em um pano permite que o quebremos e assim ele aumenta a superfície de contato com a pele, ocupando cada espaço entre os acidentes anatômicos do local, coisa que seria impossível com a placa de gel regida. A fase de calor é importante ter cuidado para não colocar muito quente na pele já que com a fase fria ocorre a desensibilização local e muitas vezes perde-se a referência de quente. Ambas as compressas devem ser amarradas à articulação para que o efeito seja potencializado.

Qual o tratamento para problemas no tornozelo?

Homem com tornozelo torcido

Primeiramente é preciso fazer o controle da inflamação, atuando com medicamentos, fisioterapias e as já citadas compressas. Após essa etapa deve-se analisar qual a patologia que está presente e atuar especificamente para cada uma delas.

Por exemplo, se for ago metabólico como a gota ou imunológico como a artrite a dieta e os hábitos de vida estão diretamente ligadas, sendo assim o uso de medicamentos pode ser um grande aliado.

Nos casos de artrose existem condroprotetores que diminuem a perda de cartilagem prolongando a integridade da superfície articular. Em casos como traumas o uso de medicamentos para controle da dor pode ser usado.

Porem em nenhum desses casos a medicação deve ser a única saída, porque o remédio tratará apenas os sintomas e não a causa dessas condições.

No caso de pisadas irregulares é importante o fortalecimento ou o alongamento de músculos específicos, como descrito acima, corrigindo, as vezes com o auxílio de palmilhas corretivas proprioceptivas, o apoio do pé no chão.

Bandagens funcionais, tapings e tornozeleiras são ferramentas de uso temporário, sendo importantes em algumas etapas, mas devem ser sempre orientadas por um fisioterapeuta habilitado, pois seu uso indiscriminado ou continuado sem necessidade promove mais malefícios que benefícios.

Cirurgias podem ser uma opção em alguns casos, porém são minoria e com um bom tratamento convencional se limita a casos extremamente graves.

O que ajuda a prevenir problemas no tornozelo?

Exercícios físicos de fortalecimento associados a treinos proprioceptivos são a chave para que o tornozelo esteja preparado para os diversos desafios apresentados pelo dia a dia. Não confundir corrida, bicicleta, futebol e tênis com exercícios de fortalecimento, pois nos casos de praticantes de esportes o treino ativo de força se torna ainda mais indicado já que o esforço envolvido e os riscos de lesão se elevam consideravelmente nesses casos.

Em caso de dúvidas entre em contato conosco que teremos prazer em ajudá-lo.

 

The post Dor no Tornozelo: Causas e Tratamentos appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Qual Esporte Escolher Para Evitar Dor nas Costas?

Você sabia que quatro em cinco pessoas sofrerão em algum momento de suas vidas de dor nas costas?

Mas isso não significa que você deve evitar atividades físicas, muito pelo contrário. Para evitar a dor nas costas, uma recomendação: movimentar-se.

Os profissionais são unânimes em afirmar que a regularidade é essencial, e recomendam atividades físicas pelo menos três vezes por semana, de trinta a quarenta minutos, obviamente de intensidade moderada.

Caminhar, correr, nadar, pedalar, dançar…qual esporte é mais indicado para quem tem problema de coluna ou quer evitar ter?

 

Por que atividades físicas são importantes

Seja para quem já sofre de dores nas costas ou deseja prevenir problemas na coluna, saiba que as atividades físicas podem ajudar bastante.

Isso porque fortalecem e alongam os músculos, minimizando assim a pressão exercida em outras estruturas, como os discos e ligamentos.

Agora, algumas precauções são necessárias antes, durante e após os exercícios, pois senão em vez de ajudar, vai acabar piorando.

Por exemplo, fazer aquecimento antes de praticar um exercício e alongar o corpo ao final.

 

Qual esporte escolher para evitar dor nas costas?

Em primeiro lugar, lembre-se sempre antes de começar qualquer atividade física, conversar com seu médico para saber qual esporte é mais adequado para a sua condição.

Mesmo que você tenha algum problema na coluna, isso não é desculpa para não se exercitar.

Apenas tome cuidado por que certos esportes podem agravar o problema.

Selecionamos aqui os esportes mais indicados para evitar dor nas costas:

 

Caminhar

A caminhada pode ser feita sozinha ou em grupo e traz muitos benefícios à saúde.

Fortalece nossos músculos e nossa capacidade respiratória, mobiliza as articulações, reduz o risco de doenças cardíacas, fortifica os ossos, ativa a circulação sanguínea, entre outros.

É importante estar vestido adequadamente, com roupas leves e tênis apropriados para caminhada.

 

Dançar

A dança promove movimentar praticamente com todo corpo. E como existem várias modalidades, com certeza você encontrará com a qual mais se identifique.

Apenas tome cuidado para evitar lesões no joelho, mas dançar no seu ritmo, ajuda a evitar dor nas costas.

 

Nadar

O grande diferencial da natação é que se trata de um esporte de baixo impacto, sendo uma atividade onde a pressão exercida sobre os discos vertebrais é mínima.

A hidroginástica também é uma outra ótima opção, pois alivia o peso do corpo sobre a coluna.

 

Musculação

Se você tem problemas na coluna, a musculação é outra atividade física indicada.

Para que a coluna fique estável, é preciso fortalecer a musculatura do core, abdômen, quadril e lombar, o que é possível com a musculação.

Apenas preste atenção para não sobrecarregar um grupo muscular em detrimento de outro, ou seja, é preciso encontrar um equilíbrio.

 

Pedalar

Para quem sofre de dores nas costas, é recomendado usar uma bicicleta ergométrica, pois possibilita o ajuste.

Dessa forma, a coluna se mantém na sua posição natural, ao mesmo tempo que fortalece os músculos do quadril.

 

Pilates

O pilates está muito em alta, especialmente entre quem apresenta problema na coluna, pois não coloca em risco os músculos das costas.

Como a área do abdômen é bastante trabalhada no pilates, por sua vez, não traz efeito prejudicial à coluna.

Lembrando também que, é um tipo de exercício que ajuda a manter uma postura adequada.

Independentemente da atividade física, é primordial manter uma boa postura, pois é uma maneira de preservar a sua coluna, evitar o desgaste dos discos e articulações, ajudando a prevenir dor e outros problemas.

 

Quais cuidados com a coluna na prática de exercícios

As dores na coluna podem ser decorrentes de vários fatores, desde uma postura incorreta, uma sobrecarga ou um processo degenerativo.

É essencial seguir as orientações de um profissional habilitado caso você já tenha um problema instalado, como por exemplo um médico especialista em coluna.

E quais os cuidados com a coluna?

  • Aquecer antes dos exercícios;
  • Manter a postura correta;
  • Não sobrecarregar nos pesos;
  • Faça intervalos entre os treinos para o corpo se recuperar;
  • Use roupas confortáveis e tênis adequados;
  • Alongar após as atividades físicas.

São cuidados básicos que ajudam bastante a preservar a saúde da coluna e não gerar problemas mais graves.

Então, se você sofre de algum problema na coluna ou sente dores, não deixe de se exercitar, mas busque pelos exercícios certos e com orientação correta.

 

 

The post Qual Esporte Escolher Para Evitar Dor nas Costas? appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

O Estresse Te Derrubou? Derrube-o Com Essas ótimas Dicas!

 


Faça uma lista de todas as suas principais fontes de estresse e atribuir a cada um um número entre um e dez. Uma questão muito simples seria classificada a um nível de tensão de um, enquanto um nível dez indicaria uma emergência. Quando você faz isso, você pode treinar sua mente para não se estressar com pequenas coisas que não devem ser estressadas de qualquer maneira.

Se você não tomar medidas preventivas para proteger sua saúde, você é mais provável estar preocupado ou estressado sobre isso, e não fazer o suficiente para cuidar de sua saúde em primeiro lugar pode causar um monte de problemas ao longo do caminho.

Faça uma afirmação, ou uma declaração positiva para usar como um mecanismo de enfrentamento. Diga este mantra para si mesmo mais e mais para silenciar a parte de você que é crítico de si mesmo, o que pode aumentar o seu stress. Lembre-se que você já passou por isso antes e você pode passar por isso de novo, não há problema!

Manter-se com reparos manterá seu stress para baixo! Quando há várias coisas ao seu redor que não funcionam corretamente, torna a realização de suas tarefas mais difícil e isso significa mais stress.

Ter animais ao redor pode fornecer o relevo de esforço. Estudos têm demonstrado que acariciando um animal bonito reduz os níveis de stress em apenas alguns minutos.

Identifique a fonte de seu estresse, pois pode ser induzido por tantas coisas. Se a fonte de seu estresse pode ser banido de sua vida, você deve considerar fortemente essa opção. Ao remover esses gatilhos, você pode ajudar a si mesmo se sentir melhor rapidamente.

Tente deixar as pessoas sabem que qualquer estresse que você está não é culpa deles. Seus familiares podem sentir como eles fizeram com que você seja estressado e chateado. As crianças são especialmente propensos a se sentir assim. Seu estresse é o seu problema, e não deve ser colocado sobre os ombros de seus entes queridos.

Não use hábitos que não são saudáveis como uma maneira de lidar com o estresse, em vez encontrar saudável, formas mais produtivas para lidar com eles. Se você é um comedede do esforço, tentativa que elabora preferivelmente. Usar esses tipos de muletas torna-se um hábito. Substitua maus hábitos por bons. Com melhores hábitos sua mente e corpo será mais forte, e capaz de lidar com as tensões em sua vida.

Um excelente método de diminuir o estresse e sentir-se melhor é ter um banho relaxante. Tente alguns dos muitos maravilhosos sabonetes perfumados ou óleos disponíveis que podem adicionar um toque de luxo ao seu banho Você também pode ouvir música suave ou entrar em um livro. Um banho morno, relaxando é muito eficaz em derreter afastado o esforço e em ajudar seus corpo e mente começa seu descanso.

Sonhar acordado não é só para crianças! Encontre tempo para fechar os olhos e relaxar. Deixe sua imaginação sair por conta própria e visualizar um oásis livre de estresse, onde você está simplesmente livre para ser. Este tipo de exercício é fantástico para ajudar o seu cérebro a lidar com situações estressantes.

Uma maneira de eliminar ou reduzir o estresse é melhorar sua saúde geral. Boas maneiras de começar incluem descansar adequadamente, comer uma variedade nutritiva de alimentos, e implementar uma rotina de exercícios em sua programação diária. Quando você cuidar de si mesmo, você vai se sentir mais relaxado e capaz de lidar com o estresse.

Se você tentar o seu melhor para perdoar os outros, você poderia ter uma vida menos estressante. Guardar rancor das coisas que as pessoas têm feito pode causar muito estresse em sua vida.

Desfrutar de um banho quente é uma ótima maneira de aliviar o estresse. É incrivelmente difícil para sua mente e corpo ficar tenso e estressado quando deitado em uma banheira de água quente, sudsy e perfumada banho. Se você simplesmente não pode poupar tempo para absorver seus cuidados, você pode obter um efeito semelhante limpando completamente seu rosto com água quente e uma lavagem suave.

Tente reduzir a ingestão de cafeína. O café pode afetar hormônios como adrenalina e dopamina para aumentar os sintomas de estresse.

Ser capaz de despejar o estresse de sua mente. Pode ser inacreditável para algumas pessoas que a mudança pode ajudá-los a se livrar do estresse. Se você pode reconhecer como alguns hábitos estão prejudicando sua vida, então você estará mais motivado para mudá-los. Pode ser um desafio mudar certos tipos de comportamento, mas uma vez que você percebe que você tem o poder de controlar seu próprio destino, fazer as mudanças necessárias será mais fácil.

Você pode relaxar por alguns minutos simplesmente fechando os olhos enquanto ouve músicas suaves. Os sons que são reconfortantes a seus sentidos podem dramática reduzir sentida da tensão e do esforço. A música pode acalmá-lo em muitos níveis diferentes. Como você fechar os olhos e ouvir música, sua mente naturalmente se afasta de ambientes que são agradáveis. Esta técnica pode ser mais útil na gestão de seus níveis de estresse e pode ser praticada em qualquer lugar.

Tire um tempo para o estresse. Não é divertido sentir-se estressado o dia todo, então pensamentos preocupantes e estresse menor podem esperar.

Camomila é conhecida por reduzir a tensão, acalmar sua mente e melhorar seu sono.

É importante encontrar quais estratégias ajudam a lidar melhor com o estresse. Esses mecanismos de enfrentamento devem ser os conscientes que você emprega, como manter o foco nos pontos positivos em uma situação. Se você é capaz de pensar positivamente, então você terá outra perspectiva sobre as coisas; sua percepção das coisas será muito diferente.

Aja como se estivesse se sentindo ótimo.

Você pode diminuir os efeitos do estresse encontrando atividades agradáveis todos os dias. Ouça música, saia andando ou correndo ou sente-se com um livro que você queria ler. Mesmo que você esteja muito ocupado, é importante aproveitar suas atividades favoritas para evitar sobrecarga de estresse.

Uma maneira de reduzir e controlar o estresse é através de uma melhor organização. A falta de organização pode criar uma fonte de estresse. Ter um espaço designado para cada item pode realmente diminuir sua ansiedade.

Ser organizado pode ir muito longe para gerenciar o estresse e a ansiedade da vida diária. Muitas pessoas sentem ansiedade quando têm dificuldade em localizar algo que precisam.

Você pode fazer grandes diferenças em sua vida com apenas o mínimo de esforço.

Independentemente de todos os compromissos que você tem, é importante reservar tempo para si mesmo todos os dias. Se você toma uma xícara de café sozinho enquanto lê o jornal, ou passa alguns minutos de molho na banheira com um livro e um pouco de vinho, ou imerso em uma banheira com vinho e um livro, esses momentos podem ajudá-lo a relaxar.

Não se debruça sobre questões e deixe seu estresse assumir. Pegue de volta as rédeas de suas emoções e pensamentos e deixe o estresse para o meio-fio.


terça-feira, 6 de outubro de 2020

CLÍNICA DE FISIOTERAPIA O QUE É? E COMO ENTENDER SUAS ESPECIALIDADES?

Bom, quando se pensa em clínica de fisioterapia logo vem a mente um espaço grande, com muitos aparelhos e pessoas indo e vindo com roupas brancas e muitas macas, não é mesmo? Bom leia este artigo até o final que vou te mostrar tudo o que precisa saber sobre clínica de fisioterapia!

Mas o que precisa ficar claro é que clínica vem do verbo clinicar, que nada mais é que interpretar os sinais e sintomas que o paciente apresenta e propor e aplicar uma conduta terapêutica.

Isso pode ser feito tanto por médicos, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, entre muitas outras profissões da área da saúde.

Nessa interpretação cabe o que chamamos de exames complementares, que são testes validados feitos por imagens ou por fluidos orgânicos em que podemos corroborar com os achados clínicos como testes, palpações e verificação visual. Temos hoje no Brasil uma ideia que se o médico não pede exame e ele não esta cumprindo seu papel, acha-se que o exame será a chave para resolver o seu problema, mas não é assim que ocorre.

Dentro da área da saúde temos uma máxima que diz que a clínica é soberana, isto é, os exames clínicos descritos são mais fiéis que os exames de imagens como raio-x, tomografia computadorizada, ultra som e ressonância magnética.

Isso por que muitas vezes aquele quadro apresentado não é causado pelo achado nos exames. Por exemplo, um paciente chega com uma dor na face posterior do glúteo em irradiação até o pé. A princípio qualquer profissional da área atestaria que se trata de uma dor ciática. Sendo assim, resolve-se fazer um exame de imagem, uma ressonância magnética e encontra-se uma hérnia de disco na região de L2 (segunda vértebra lombar). Com pouco estudo sabe-se que a região que apresenta a hérnia não poderia estar gerando aquele sintoma até o pé, sendo assim não é a hérnia que esta gerando aquele problema. E isso é muito comum.

Clinicar é diferente de ter uma clínica

Quando pensamos em clinicar precisamos estar em dia com nossos estudos e sabermos de ato o que cada sinal e sintoma quer dizer, e caso tiver um exame de imagem saber relacionar e ver se a imagem de fato corresponde aos achados clínicos.

Pois, ultimamente muitos profissionais se baseiam tanto na imagem que esquecem da máxima e acabam fazendo diagnósticos equivocados gerando aborrecimento e prejuízo ao paciente e, ao mesmo tempo frustração e desconfiança para com o profissional.

Sendo assim a ideia de uma clínica diminuta e altamente especializada esta muito mais próxima da realidade clinica do que uma clínica grande onde não se tem o olhar especializado para cada pessoa e não saiba exatamente o que fazer, aplicando protocolos pouco coerentes e resolutivos, gerando um grande numero de consultas e baixa resolutividade comprometendo o trabalho de outros profissionais da mesma área que acabam ficando desacreditados.

Nossa clínica

Nossa clínica de fisioterapia tem a finalidade de entender e tratar o paciente de forma exclusiva e personalizada, e entendemos que a independência do paciente é nossa maior conquista, pois se o paciente cria dependência do tratamento, o que em alguns casos é inevitável como manutenção, ele não estará empossado e consciente da própria saúde.

Por isso temos na nossa clínica a premissa de que após melhora de 80 a 90% dos sintomas, normalmente conseguidos após algumas consultas em maca o paciente precisa aprender sobre o seu problema, fazendo aquilo que será bom para evitar novas recidivas, assim como evitar fazer coisas que possam gerar novamente o problema.

Portanto o atendimento especializado e personalizado é a chave para que nosso serviço seja tão bom com uma taxa de resolutividade acima de 90% dos pacientes que nos procuram e seguem o tratamento até o final.

Não existe magica na anatomia e na biomecânica, é importante que isso seja claro para que a responsabilidade da melhora seja distribuída em partes iguais entre o terapeuta e o paciente, assim, com esse engajamento qualquer problema não cirúrgico fica fácil de resolver.

Fisioterapia no futuro

Entendo que a fisioterapia esta saindo do armário, no sentido de que até a pouco tempo atrás vivíamos como uma profissão de segunda mão. Isso quer dizer que só éramos tidos como úteis após uma indicação médica.

Então não é necessariamente verdade, claro que podemos ser indicados por um medico assim como podemos indicar o paciente a um medico caso não não esteja sobre nossa tutela o tratamento dele, mas o que esta acontecendo e com muita alegria e confiança da minha parte é que o fisioterapeuta cada vez mais esta sendo visto como um profissional de primeiro contato, o que ao meu ver é o mais correto a ser feito.

Seja para facilitar os serviços de saúde ou para escalonar a partir dos serviços mais básico o fisioterapeuta tem o papel de ser o primeiro profissional a ser procurado nos casos de dores e problemas ortopédicos e traumáticos, este ultimo de pequena monta.

Por que a conduta do tratamento fisioterapêutico é muito menos agressiva ao organismo que a conduta medica de forma geral, pois caso o paciente melhore sem a ingestão de remédios e com condutas que vão lhe ensinar a lidar com a questão, então essa conduta foi menos danosa para sua saúde presente e futura.

Não que os médicos não devam ser consultados em casos de dores mas normalmente a conduta medicamentosa não trata o problema em si, e sim os sintomas, diferente da conduta do fisioterapeuta que ira entender e propor uma reversão do quadro por meio dos mesmos canais ao qual ele se lesionou, ou seja, do seu ambiente e cotidiano.

Por meio de tudo isso o fisioterapeuta esta se valorizando como profissional, tanto na sua condição inerente de ser consultado em primeira mão, o que por si só já configura uma posição de valorização da sua conduta, quanto da remuneração e do valor cobrado pelas consultas, que certos profissionais por não terem a confiança ou o conhecimento necessário acabam por se desvalorizar ao ponto de não valer mais a pena ficar na profissão.

Acho que no futuro a fisioterapia será cada vez mais presente e crescerá como a principal profissão ao se tratar de dores e com isso ganha-se todos. A população por ter opções mais sadias e resolutivas para suas pendencias, o fisioterapeuta pelo papel de tratar e principalmente ensinar o paciente sobe seu problema biomecânico e os médicos por não terem pacientes que voltam sem melhoras aos seus consultórios queixando-se da profissão como um todo.

The post CLÍNICA DE FISIOTERAPIA O QUE É? E COMO ENTENDER SUAS ESPECIALIDADES? appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Como usar o alho para aumentar a imunidade?

O alho (Alliumsativum) é um alimento funcional que auxilia na melhora do metabolismo e previnediversos problemas de saúde.

Com ação anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana e antifúngica, apresenta vários efeitos benéficos, contribuindo inclusive para aumentar a imunidade.

O principal composto ativo do alho é a alicina, responsável pela maioria das ações biológicas na defesa do organismo. Porém, já foram identificados cerca de 30 componentes do alho que apresentam efeito terapêutico.

Essas substâncias incluem enzimas, como a alinase, compostos sulfurados, destacando-se a alina, vitaminas A, B1, B2, C e minerais como cálcio, enxofre, iodo, magnésio, selênio, sódio e zinco.

Seu uso como tempero já é difundido há mais de cinco mil anos, assim como seu uso medicinal, sendo um dos primeiros fitoterápicos que se tem registro.

É verdade que o alho aumenta a imunidade?

Considerado um auxiliarna prevenção de doenças e na manutenção da saúde, diversos estudos científicos comprovam que o alho é também um potente estimulante do sistema imunológico.

Observou-se que o Alliumsativum L. pode estimular tanto imunidade celular quanto a humoral.

O principal componente responsável por essa atividade é a alicina, um aminoácido sulfurado, com ação antioxidante, antimicrobiana, antifúngica, antitumoral e imunomoduladora.

Os efeitos imunomoduladores do alho aumentam a atividade de macrófagos, células natural killer(NK) e a produção de células T e B. Dessa forma, o alho pode reduzir a duração e a gravidade das infecções, especialmente do trato respiratório superior, justificando seu uso contra gripes e resfriados.

Na literatura científica podemos encontrar estudos que revelam que o extrato aquoso de alho aumentou significativamente a contagem de leucócitos totais, a atividade de linfócitos T e a concentração da interleucina-2.

Pesquisadores observaram também que a ingestão desse fitoterápico estimula a diferenciação de células Th0 em Th1 e aumenta a função de células NK.

O Alliumsativum L. também mostrou efeitos imunológicos positivos em pacientes imunocomprometidos portadores do HumanImunodeficiencyVirus (HIV). Estudo em ratos mostrou que o extrato de alho fresco aumentou significativamente as células NK nesses animais, elevando assim sua capacidade de eliminação de células cancerígenas.

O composto alicina também demonstrou possui atividade contra uma vasta gama de bactérias Gram – negativas e positivas, incluindo Escherichia coli, além de atividade antifúngica, particularmente contra Cândida albicans e atividade antiparasitária contra os principais protozoários parasitas intestinais humanos, como Entamoebahistolytica e Giardialamblia.

 

Como usar o alho para aumentar a imunidade?

A melhor forma de consumir o alho e aproveitar suas propriedades é cru ou em cápsulas de óleo de alho, pois o alho cozido não apresenta os mesmos efeitos do alho fresco.

 

Quando submetido ao aquecimento, a ação da alicina é reduzida, bem a dos demaisprincípios ativos do alho que são muito sensíveis ao calor.

 

 

Para quem não gosta do consumo do alho na forma crua, pode-se ingerir na forma de cápsulas de óleo de alho. Além de praticidade, não se tem o sabor e cheiro característico do alho durante a ingestão.

 

De forma geral, os suplementos de alho são bem tolerados e podem ser consumidos como uma opção para auxiliar na estimulação da imunidade.

A Nutriblue traz para você o óleo de alho. São 60 cápsulas de 500mg para você se beneficiar com essa substância.

Recomenda-se ingerir 2 cápsulas ao dia do suplemento de óleo de alho Nutriblue, preferencialmente antes das principais refeições, ou conforme orientação de nutricionista ou médico.

 

Quais os benefícios da cápsula de alho?

O óleo de alho em cápsulastraz os benefícios do alho de forma prática para auxiliar a aumentar a imunidade e, dessa forma, ajudar na proteção do organismo contra infecções em geral.

Possui também efeito antioxidante que ajuda na prevenção de doenças do sistema cardiovascular, na regulação dos níveis de colesterol, diabetes, além de combater o envelhecimento precoce e demais danos dos radicais livres.

 

Os principais benefícios da cápsula de alhos são:

 

– Auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares;

 

– Ajuda na redução dos níveis de colesterol;

 

– Auxilia na regulação da pressão arterial;

 

– Ajuda a reduzir a agregação plaquetária;

 

– Prevenção do envelhecimento precoce;

 

– Ajuda a fortalecer o sistema imunológico;

 

– Ajuda a controlar a Diabetes.

 

Conclusão

O alho (Alliumsativum) já é utilizado há muito tempo na cultura popular para auxiliar na prevenção e tratamento de diversas condições de saúde, incluindo na melhora da imunidade.

Essa capacidade de estimular o sistema imunológico foi comprovada por estudos científicos, onde foi constatado que ele pode estimular a proliferação e amplificar a resposta imune mediada por células T e NK. Observou-se também uma maior produção de citocinas pró-inflamatórias.

Para melhorar, o óleo de alho além de ajudar a aumentar a imunidade, é bem tolerado, devido à suabaixa toxicidade.

Aproveite os benefícios do óleo de alho para turbinar sua imunidade.

Acesse: https://www.nutriblue.com.br/oleo-de-alho-nutriblue-60-capsulas-de-500mg/pe confira nossa promoção das cápsulas de alho.

The post Como usar o alho para aumentar a imunidade? appeared first on Fred Soares.

Este post foi visto primeiro em : https://ift.tt/2yI6wqq